10/11/2017 - Notícias

SAFESP prestigia início dos Testes Físicos para temporada 2018

O presidente Arthur Alves júnior esteve presente no Teste e conversou com os árbitros antes do início das atividades
Por: SAFESP


O presidente Arthur fala com os árbitros antes do Teste Físico em Jundiaí

O presidente Arthur fala com os árbitros antes do Teste Físico em Jundiaí

São Paulo, SP, 10/11 - A Federação Paulista de Futebol deu a largada para os árbitros que vão atuar no futebol profissional do Estado de São Paulo na temporada 2018. Na noite desta quinta-feira, 09, cerca de 42 árbitros e 20 assistentes participaram do primeiro teste que define os profissionais que atuarão na próxima temporada. Serão dois dias de testes e os reprovados deverão ainda ter outra chance para conquistar o sucesso antes do início do Estadual em todas suas Divisões profissionais. Presente no Complexo Esportivo Dr. Nicolino de Lucca, em Jundiaí, o presidente Arthur Alves Júnior elogiou todos os envolvidos no evento.

“Hoje estamos aqui na avaliação que começa a definir os árbitros que irão trabalhar na próxima temporada. Estamos ao lado de uma equipe de trabalho forte, para que nossos associados possam fazer uma avaliação física brilhante. Acredito que todos estão bem preparados e acredito que vão ter sucesso e aprovação. Quero parabenizar também a Federação Paulista por manter uma estrutura espetacular com uma pista de primeiro nível, ambulância com UTI, médico, socorrista, enfim, total suporte para um grande trabalho”, falou o presidente do SAFESP.



Mas os ventos fortes que circularam pela cidade de Jundiaí não foram bons para alguns. A começar por um susto nos avaliadores já que momentos antes do início uma ventania arrastou as barracas do SAFESP e dos organizadores, quase atrapalhando o começo dos testes. Depois para os árbitros Anderson Faustino Cordeiro e Fernanda dos Santos Ignácio de Souza. Anderson fazia um ótimo teste quando na última bateria de tiros de 75 metros sentiu o posterior da coxa direita. Já Fernanda Ignácio sentiu o tornozelo quando também estava nos tiros de 75 metros. Apesar de lesionados, ambos foram para o sacrifício tentar a segunda parte da avaliação, mas a dor foi mais forte e eles não conseguiram nesta primeira tentativa. Anderson Faustino anda elogiou o trabalho do SAFESP pela estrutura montada para socorrer os árbitros.

“É de extrema importância este apoio do SAFESP. Eu como associado e até aqueles que não são associados, temos o privilégio de contar com o suporte, alimentação, hidratação, além do apoio moral de todos os companheiros da entidade. Sabemos que através do presidente Arthur, tudo isso é disponibilizado para a gente de forma integral e sem onerar qualquer custo aos associados para que possamos gozar e desfrutar tudo aquilo que ele pode oferecer. Sabemos que ele faz tudo por gostar e se dedicar a classe. É muito bacana e satisfatório para nós ter este apoio por parte dele”, falou Anderson Faustino Cordeiro.

PUBLICIDADE


Publicidade