Árbitros elogiam estrutura do SAFESP no teste da CBF

São Paulo, SP, 31/08 - Os árbitros que estiveram na cidade de Jundiaí nesta manha de sexta-feira, 31, para realizar o teste físico da CBF, não pouparam elogios à estrutura que foi montada pelo Sindicato dos Árbitros do Estado de São Paulo (SAFESP). os paulistas, já acostumados com os benefícios, ouviram dos árbitros dos demais estados que desta forma o teste fica mais tranquilo para se fazer em razão de tudo que e oferecido. O SAFESP fornece aos participantes a tenda de massagem com um profissional gabaritado e frutas que ajudam na reposição de líquido no corpo.

"Acho que é muito importante você ter esta segurança. Aqui o Sindicato dá todo apoio que é de fundamental importância. O árbitro vem aqui preparado, concentrado só para o teste, tem que ter estes acessórios, algo a mais que com certeza faz a diferença no final", falou Daniel Aloysios Souder, árbitro do quadro gaúcho.

Clique aqui e veja os que os árbitros falaram para a TV SAFESP em Jundiaí (SP)

Clique aqui e veja a Galeria de Fotos do teste físico realizado em Jundiaí (SP)

"A estrutura, o suporte que se tem aqui é excelente. Frutas, suco, água, massagem, e quero agradecer e parabenizar o SAFESP e dizer que me senti em casa. Agradeço muito de coração a todos os amigos aqui presente. Agradeço mesmo de coração", falou Rafael Martins de Sá, árbitro do quadro carioca.

"É um peso a menos que a gente carrega, chegar aqui para fazer uma avaliação física e ter todo este aparato, esta receptividade que tivemos. Eu aproveito para em nome dos árbitros, assistentes, agradecer ao Arthur em nome do Sindicato pelo apoio, pelo carinho, pela atenção, pela presteza, que ele sempre teve com todos nós árbitros. Sempre que precisamos, ele está pronto para nos ajudar. Quero agradecer com toda gratidão, carinho e receptividade que tivemos aqui hoje. Muito obrigada", agradeceu Lilian Fernandes, árbitra assistente do quadro carioca de arbitragem.



Os paulistas também deixaram seu recado para o presidente do SAFESP, por mais uma vez dar a retaguarda que foi dada no teste realizado nesta sexta-feira.

"É sensacional o que o Sindicato faz para gente. Coloca massagista, coloca frutas, alimentação, o pessoal de apoio, enfim. Sem o Sindicato a gente não ia conseguir realizar tão bem como a gente realiza a prova. É um suporte que ajuda até no rendimento nosso, porque se tivermos algum problema sabemos que estamos amparados", falou Vinícios Gonçalves Dias de Araújo.

"O pessoal que veio de fora estava comentando sobre ter o suporte de uma massagem, água, frutas, a pista muito boa e ter trazido para São Paulo foi de extrema importância para o teste, para todo mundo. O índice de reprovação foi mínimo então graças a Deus tudo certo. O Sindicato ", falou Fabrício Porfírio de Moura

"Queremos reiterar nosso agradecimento ao presidente do Sindicato, o Arthur, que não mediu esforços para trazer o teste para cá, tendo em vista que este teste seria em Brasília, ia gerar para a gente um deslocamento, custo, e ele conseguiu trazer para gente este teste aqui. Eu queria aradecer ele, toda a equipe do Sindicato, o Pianosqui, o pessoal que dá o suporte, o massagista. É muito importante para a gente que sai de casa de madrugada, pessoas que vem de outros estados e ficam hospedadas na cidade e chegam aqui e tem este suporte com água, com massagista, com frutas e isso nos dá uma segurança, uma garantia e tranquilidade muito grande ", disse Thiago Scarascatti.

"Eu sempre tive o apoio do presidente do Sindicato, não tenho nenhuma queixa, pelo contrário, só elogios ao trabalho do Sindicato e é de verdade porque acho até que foi além desta vez. Era para a gente ter ido para Brasília e o Sindicato conseguiu viabilizar e trazer o teste para Jundiaí. Além de tudo trouxe a estrutura que traz sempre e eu nem estava esperando na verdade. Sensacional. A gente tem que agradecer, pois isso facilita muito para a gente  poder passar e se sair bem nos testes", explicou Daniel Serrano.

"Quero aproveitar para agradecer o Sindicato na pessoa do Arthur, porque nós teríamos que ir para Brasília fazer este teste e ele conseguiu trazer para a gente o teste aqui. Então foi benefício em todos os aspectos. Benefício financeiro, a gente já está acostumado com o clima daqui e isso para é um diferencial muito grande. Sabemos que o clima em Brasília é muito seco, é muito quente, e agente tem que agradecer e valorizar isso porque de fato ele beneficiou bastante a gente", finalizou Frabini Bevilaqua Costa.



ENQUETE

Árbitro de Futebol, Prestador de Serviço Autonômo, o que NECESSITA melhorar no exercicio de nossa profissão ?

SEGURANÇA
TAXAS, DIARIAS, PASSAGENS , RECOLHIMENTOS DO INSS
CONDIÇÕES DE TRABALHO (CAMPO DE JOGO, VESTIARIOS , UNIFORMES )
ATUALIZAÇÕES DAS REGRAS DE JOGO
Resultados

TEMPO