Presidente do SAFESP parabeniza Wilson Luiz Seneme

São Paulo, SP, 28/08 - O presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo (SAFESP), Arthur Alves Júnior, em nome de toda a Diretoria do SAFESP, parabeniza o ex-árbitro que atuou nos campos do estado de São Paulo, do Brasil e do mundo, Wilson Luiz Seneme por mais um ano de vida completado. Seneme chega aos 48 anos, foi associado do SAFESP até 2014, quando se aposentou do apito. É hoje o maior expoente da arbitragem sul-americana, já que desde de janeiro de 2017 passou ser o presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol. Pelos serviços prestados à arbitragem, o presidente do SAFESP declarou sua admiração por Seneme.

"Sempre foi uma pessoa do bem e amigo dos árbitros. Teve uma carreira sensacional e por muito pouco não foi a Copa do Mundo realizada aqui no Brasil em 2014. Em nome de toda a Diretoria do Sindicato, desejo muitas felicidades ao Seneme e os votos que continue fazendo o que sempre fez pela arbitragem; o bem. O sucesso que atingiu na carreira sempre foi merecido. O posto de homem forte da arbitragem sul-americana lhe cai muito bem e torcemos para que ele permaneça nesta posição por muitos e muitos anos", falou o mandatário do SAFESP.

Conheça Wilson Luiz Seneme
Nascido em São Carlos, no dia 28/08/1970, sempre gostou de futebol, tanto que foi jogador profissional e antes disso defendeu as categorias de base da seleção brasileira (Sub 17). Porém, por opção, resolveu se aventurar no apito e para isso fez o Curso de Arbitragem da escola Flávio Iazzetti, da Federação Paulista de Futebol, e se formou em 1999.

No ano seguinte, 2000, já era árbitro do Quadro Nacional e fazia sucesso pelos campos do Brasil. Em São Paulo foi eleito por cinco anos o melhor árbitro do Estado e apitou algumas finais de Paulistão. Continuou mostrando serviço e conhecimento da profissão e por isso em 2006 foi galgado ao cargo de árbitro FIFA. Em 2011 chegou ao ápice de sua carreira e comandou a final do Brasileirão, assim como a final da Copa Sul-Americana. Seguindo na mesma toada teve seu nome relacionado entre aqueles que concorreriam a vaga de representante brasileiro no Mundial do Brasil em 2014. Porém, uma lesão joelho apontada pelos médicos da FIFA, tiraram o sonho de ser mundialista. Então, Seneme optou por encerrar sua carreira.

Dirigente de arbitragem
Com o fim da carreira, em 2014, Seneme passou a se dedicar aos estudos da arbitragem e novamente foi galgando espaços. Se tornou instrutor de arbitragem da Federação Paulista e por consequência da Confederação Brasileira de Futebol. Depois assumiu o posto de Membro da Comissão Nacional de Arbitragem, assim como o de Coordenador de Instrução de Arbitragem da entidade brasileira. Chegou também ao posto de Instrutor da Conmebol e da FIFA. Recentemente, em janeiro de 2017, assumiu o comando da Comissão Sul-Americana de Arbitragem e hoje é o homem forte do apito da América do Sul.



ENQUETE

Árbitro de Futebol, Prestador de Serviço Autonômo, o que NECESSITA melhorar no exercicio de nossa profissão ?

SEGURANÇA
TAXAS, DIARIAS, PASSAGENS , RECOLHIMENTOS DO INSS
CONDIÇÕES DE TRABALHO (CAMPO DE JOGO, VESTIARIOS , UNIFORMES )
ATUALIZAÇÕES DAS REGRAS DE JOGO
Resultados

TEMPO